terça-feira, setembro 05, 2006

Back to Life; Back to Reality

E pronto. Acabaram as férias. Estamos de volta ao activo. As aulas aproximam-se e os projectos não param (felizmente).

Este é um ano de mudança para o ensino superior com a entrada das alterações feitas à luz de Bolonha, que consagra a redução dos cursos de licenciatura para 3 anos, permitindo aos alunos a realização de uma licenciatura, pós-graduação e mestrado em 5 anos, algo que antes demorava, pelo menos, 7.

Mas o desafio não é apenas para alunos. É para professores, universidades, empresas e para o mercado em geral, pois é com esta nova orientação que se vão formar os profissionais do futuro, que serão a base da nossa economia e das nossas empresas e marcas.

Mas é um ano de mudança a todos os níveis. Há que encontrar novas ideias, novas formas de nos posicionarmos, novas metodologias para sermos mais eficazes e produzirmos mais e melhor.

O futuro passa pela capacidade que temos de inovar e de trazer novas ideias à realidade, ideias essas que possam ser implementadas e que resultem em mais valias pessoais e profissionais.

A vida é um risco. Temos de assumir que sem risco não há stress, não há adrenalina, não há emoção. Este é um ano de riscos. É um ano de emoções e de viragens. Vamos a elas. Com todo o risco que isso implica...

3 Comments:

Anonymous Samuel Reis said...

Essa é uma realidade bem apetecível,principalmente para quem ainda não gozou férias e parece que não vai gozar, mas férias à parte esperemos que esta rentrée traga algo de bom ou pelo menos de melhor para todos.
É bom saber que a expectativa não está só deste lado, vontade existe e muita esperemos que surjam as oportunidades para que se possa mudar alguma coisa neste período de "seca extrema" que andamos a atravessar.

11:36 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

a paticipação do Luis Rasquilha no GEST 2006 fopi deveras interessante...faz pensar à frente ! pena é que a senhora que estava ao meu lado (e ainda por cima era professora de comunicação(?)) ainda esteja no século passado..mas tudo bem ...as ideias e as diferenças são aceites! este blog é pensamento de um futuro que muitos ainda acham não existir. fico a aguardar mais seminários e mais convites À participação do people que anda a dormir- nomeadamente os ditos"gestores" de empresas (só querem saber do carrão à porta) e dos ditos directores de marting que ao fim ao cabo não sabem sequer o que isso significa..... hasta!

8:43 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Para evitar más interpretações ou ideias desajustadas daquilo que seguidamente irão ler apenas quero salvaguardar que não se trata de engraxar ninguém ou de retribuir favores, trata – se sim de algo que resolvi fazer porque estou certo do mérito e do valor da pessoa em causa, porque tive o privilégio de o poder constatar “in loco” e finalmente porque este “post” dá voz aquilo que muitos de nós seus alunos conhecemos e apreciamos.
Quero saudar um excelente Professor que ao longo dos anos em que tenho a oportunidade de ser seu aluno sempre demonstrou grande disponibilidade para nos transmitir os seus conhecimentos e compreensão para ouvir os nossos problemas.
Quero saudar um profissional com um longo percurso de sucesso que constitui uma referência para todos os seus alunos sendo fonte de motivação e inspiração para aqueles que entram neste Mundo fascinante que é a Publicidade.
Quero aqui reconhecer que este Senhor é um dos grandes responsáveis pelo vício que é para nós estudar e trabalhar a Publicidade.
Espero eu e muitos outros que continue connosco por muitos e longos anos no Inp.
Obrigado por tudo Luís Rasquilha.

10:54 da tarde  

Enviar um comentário

Direccione-me

Criar uma hiperligação

<< Home