terça-feira, outubro 17, 2006

Eventos - Importância Crescente

O impressionante crescimento da área dos eventos, explica-se por vários motivos, sobretudo pelos inúmeros benefícios que geram para os negócios das empresas, bem como para os consumidores. Os eventos possibilitam, entre outros, os seguintes benefícios:

Estreitamento das relações com os clientes, possibilitando a interacção deles com todos os profissionais da empresa. Essa interacção, especialmente com a equipa de vendas da empresa, gera mais empatia entre as partes e, consequentemente, facilita as vendas;
Apresentação dos produtos/serviços da empresa para o seu mercado-alvo, ampliando o leque de exposição. Por ser dirigido, o evento consegue, num curto período de tempo e de uma só vez, atingir a maioria do público-alvo da empresa;
Ganho de novos clientes, por meio da venda a curto, médio e longo prazo, além da geração de um mailing de prospecção para a equipa de vendas. Esse benefício torna-se essencialmente importante quando a empresa pos­sui um mailing de vendas limitado e deseja expandi-lo rapidamente, sem necessidade de recorrer a um trabalho de telemarketing ou à compra de base de dados, muitas vezes desactualizado.
Obtenção de informações sobre o mercado e os concorrentes. Além de as empresas obterem dados importantes sobre o mercado e seus concorrentes, uma vez que estarão todos reunidos no mesmo espaço, os eventos trazem benefícios também ao consumidor, que, segundo Cobra (1990 p. 648),"pode examinar e estabelecer comparações com produtos e empre­sas concorrentes", tanto em termos de preços e qualidade dos produtos e serviços, como de outros aspectos, entre eles, a qualidade do material promocional, da equipa comercial etc.
Venda ou transmissão de informações ao canal de vendas. Cobra (1990 p. 648) lembra: "o expositor pode também, fazer contactos com os revendedores"... e distribuir literatura e amostras".
Actualização profissional técnica. Muitos profissionais e consumidores recor­rem aos eventos para se actualizarem com relação às novas tendências de mercado, sejam elas tecnológicas ou comerciais. Hebe Way (1983, p. 80) afirma que as Feiras "apresentam as mensagens de vanguarda como um sinal das tendências do que as empresas elaboram, situando-se na perspecti­va económica e social geral da sociedade".
Crescimento da imagem institucional. Segundo Cobra (1993), "congressos, seminários e cursos possibilitam a apresentação insti­tucional de diversos produtos que, ganham espaço na mente dos consumidores potenciais e sobretudo recebem o aval de credibilidade. (...) Também os espectáculos patrocinados, assim como os passeios, gincanas, maratonas e competições";
Estabelecimento de novos contactos comerciais. Empresas que buscam novas parcerias comerciais ou tecnológicas podem fazê-lo durante os eventos;
Lançamento de novos produtos. Os eventos são óptimas ocasiões para se apre­sentar a um público específico, ou ao mercado em geral, um novo produto ou serviço.

Apesar de destacarem especificações e discriminações, os eventos são úteis para todos. E é justamente isso que faz deles uma actividade em crescimento em empresas de grande, médio e pequeno portes e para todas as áreas de negócios, seja de retalho, indústrias, comércio, serviços etc.

Outra razão do número crescente de eventos realizados por empresas reside no facto de que eles são menos dispendiosos que a venda pessoal, a publicidade e outras for­mas de comunicação.

Os eventos trazem comprovadamente resultados mais eficazes do que a publicidade que, por muitos anos e até há pouco tempo, dominou o mercado de comunicação e a preferência das empresas na aplicação de seus recursos de comunicação.

Os eventos, além de serem relativamente menos dispendiosos e apresentarem resul­tados de vendas mais eficazes, quer no local quer a posteriori, possuem característi­cas que se coadunam com a nova filosofia de marketing defendida por McKenna (1995, p. 32). Segundo esse autor a filosofia do marketing, antes centrada na comuni­cação impessoal da publicidade e numa comunicação tipo monólogo que ela pro­picia, actualmente está mudando para uma comunicação mais pessoal na qual prevalece o diálogo.

A importância de se ter no mix da comunicação, um responsável directo para os even­tos é a mesma dada à área de Promoção de Vendas e resumida por McCarthy (1990, p. 386) quando este afirma que"Problemas com promoção de vendas são prováveis quando a empresa não tem um gestor de Promoção de Vendas. Se gestores de Venda ou de Publicidade são responsabilizados pela promoção de vendas, eles tratam-na, normalmente, como filho adoptivo (...) Fazer com que a promoção de vendas obtenha resultados é habilidade aprendida, não um hobby para amadores".

3 Comments:

Anonymous Kélvia Lustosa said...

PArabéns pelo Blog, e um pouco raro encontrar pessoas falando sobre eventos com tanta propriedade e fundamentos.

Estou desenvolvendo minha monografia relacionada a este conteúdo.
E concordo firmimente com vc quando afirma que é necessário se ter um profissional especializado, trabalhando na área.

Obrigada

8:20 da tarde  
Anonymous Kélvia Lustosa said...

PArabéns pelo Blog, e um pouco raro encontrar pessoas falando sobre eventos com tanta propriedade e fundamentos.

Estou desenvolvendo minha monografia relacionada a este conteúdo.
E concordo firmimente com vc quando afirma que é necessário se ter um profissional especializado, trabalhando na área.

Obrigada

8:20 da tarde  
Anonymous diego said...

oi bom dia estou fazendo um trabalho sobre grupo de eventos dentro de um conogram será teria como obter mai sinformações?

3:32 da tarde  

Enviar um comentário

Direccione-me

Criar uma hiperligação

<< Home