segunda-feira, junho 25, 2007

Elementos da Imagem

Elemento Humano:

Elemento Humano é todo o conjunto de pessoas que integram a empresa e suas relações interpessoais com outros indivíduos no interior ou exterior da empresa.

Para que uma empresa possua uma boa imagem, a responsabilidade não é exclusivamente do departamento de comunicação mas sim de todos os elementos que colaboram na empresa. Desde o porteiro, a recepcionista, a secretária, o administrativo ou o próprio administrador terão de estar conscientes de que os seus comportamentos darão origem a uma imagem da empresa a que pertencem. Todos eles representam a empresa e são vistos como uma parte da sua estrutura e do seu modo de funcionamento. A forma de actuação do “elemento humano” interno é que é uma responsabilidade conjunta do departamento de comunicação e dos recursos humanos.

Daqui se infere a importância de um bom trabalho de esclarecimento e formação pessoal dos colaboradores, sobretudo daqueles que se encontram directamente ligado aos públicos externos.

O ser humano é uma espécie eminentemente social. Cria estruturas sociais complexas, compostas de muitos grupos cooperantes e competidores. Estas estruturas variam desde as nações até ao nível da família, desde a comunidade até ao eu. A tentativa de compreender e manipular o mundo à sua volta, possibilitou aos humanos desenvolverem tecnologia e ciência como um projecto comum e não individual. Estas instituições levaram ao aparecimento de artefactos partilhados, crenças, mitos, rituais, valores e normas sociais que, no conjunto, formam uma cultura de grupo. (adaptado de wikipedia)

Os colaboradores são um dos elementos mais preciosos na construção da imagem da empresa, e quando convenientemente envolvidos nos projectos podem ser o melhor espelho da empresa face à “opinião pública”. No entanto requerem trabalho constante de integração e formação porque são muito voláteis e de grande sensibilidade as variantes externas.

Elemento Físico:

Elemento Físico é todo o conjunto de património visível e perceptível pelos outros, inclui as instalações, assim como todo o equipamento, a maquinaria, o mobiliário; etc.

Uma empresa ao adoptar um certo estilo de mobiliário e de decoração, fardas para o pessoal, ou mesmo, ao escolher o aspecto e linhas gráficas para a sua marca, papel de correspondência está a contribuir e a reflectir qual o tipo de imagem que quer transmitir.

Pode parecer um aspecto secundário mas os elementos materiais são de grande relevância na formação da imagem da empresa; assim como os símbolos, as linhas gráficas e os logótipos.

O elemento físico está directamente relacionado com a forma como os colaboradores se sentem no seu local de trabalho. Ao tornar o ambiente de trabalho aprazível conseguimos melhores rentabilidades e mais envolvimento dos colaboradores. A sua opinião da empresa nas conversas informais em casa, com a família ou com os amigos ajuda a consolidar uma imagem que queremos que seja a melhor.

O espaço de atendimento ao público, a recepção e as salas de reuniões constituem uma primeira imagem da empresa. A sua importância é relevante para todos os públicos que contactam directamente com a empresa, nomeadamente os novos talentos a recrutar e os jornalistas.

Elemento Psicossociologico:

O Elemento Psicossociologico é fundamental para a formação e consolidação da imagem da empresa, pois determina ou pelo menos influencia a “opinião pública”. Refere-se a todas as acções da empresa que de alguma forma possam influenciar o sistema cognitivo dos colaboradores e consequentemente a sua transmissão para o exterior.

Naturalmente que incluímos neste elemento as políticas de recepção de novos colaboradores, a formação e reciclagem dos funcionários, as políticas salariais, sociais, económicas, de publicidade, de marketing e de comunicação, etc.

A definição das políticas de recrutamento e de formação são um elemento vital na edificação da imagem da empresa. Os novos elementos são um elo vital com o exterior da empresa, a sua opinião junto do meio familiar e do círculo de amigos funciona com uma “pedra no charco” na cadeia de edificação da imagem. A recepção aos novos colaboradores e a sua formação relativamente aos valores da empresa são o ponto de partida para mais um colaborador satisfeito.

As acções de formação e a reciclagem dos colaboradores constituem outro dos elementos fundamentais na formação da imagem. Para além de se conseguir melhorias de performance, o facto dos colaboradores se sentirem valorizados e foco do investimento da empresa, contribui para o seu maior envolvimento nos valores e na imagem da empresa que integram. De uma forma espontânea estes colaboradores transmitirão uma imagem positiva da empresa onde trabalham.

Outro elemento de grande importância centra-se nas políticas sociais adoptadas pelas empresas. Um bom exemplo é o caso das fábricas que possuem creches para os filhos dos colaboradores, turnos especiais para mães com filhos em idade escolar e acções que de uma forma geral facilitem a integração da gestão familiar com o trabalho na empresa. Este tipo de políticas é excelente para os colaboradores e vital para a empresa em termos de imagem e de redução do absentismo.

Algumas políticas sociais facilitadoras da integração dos colaboradores e que fazem deles um bom veículo para a transmissão de uma imagem positiva, estão relacionadas por exemplo com as condições especiais para trabalhadores estudantes, seguros de saúde ou complementos de reforma,.

O raciocínio empresarial na área da psicossociologia deve ser feito em vários sentidos, desde as mais valias obtidas pela empresa em termos de imagem interna e externa, até ao maior envolvimento e acréscimo de rentabilidade dos seus colaboradores.

Psicossociologia é a parte da psicologia que estuda a influência que a sociedade exerce nas funções psíquicas· (adaptado de Dicionário Porto Editora)

Elemento Qualidade:

O Elemento Qualidade é a associação entre as características técnicas e psicológicas que permitem ao público classificar directamente a empresa e formar a sua opinião, quanto aos seus produtos e serviços.

A prestação de um bom serviço ou a produção de um bem de qualidade são cruciais para formação de uma imagem favorável da empresa. Se a qualidade apercebida for duvidosa, dificilmente conseguiremos criar e manter uma imagem empresarial saudável e aceitável na comunidade onde se insere.

Este elemento tem sido, desde sempre, aquele que mais atenção tem requerido por parte dos estudiosos da imagem das empresas. Sempre que abordamos processos de comunicação e imagem empresarial partimos do pressuposto teórico que o este elemento não constitua problema “real” na consolidação dos nossos objectivos. No entanto há que considerar que qualidade passa por características técnicas, mas engloba igualmente “públicos alvo”, e percepção.

Para além dos clássicos processos de controlo de qualidade, uma forma corrente de avaliar a qualidade do produto ou do serviço, é contactar directamente com elementos dos diferentes públicos: consumidores, vendedores, colaboradores, associações de defesa dos consumidores, etc.

A qualidade é um factor importante em qualquer sector da vida humana, visto que a qualidade e a satisfação são praticamente sinónimos.
A qualidade de um produto ou serviço está intimamente relacionada com a satisfação que este pode oferecer ao utilizador. A qualidade dentro da empresa é orientada a partir da concretização da necessidade de melhoria, aliada ao conhecimento de métodos e técnicas, que permitem aumentar a produtividade, eliminando o desperdício, permitindo à empresa reduzir os custos e adequar o resultado final às necessidade dos clientes. Quanto mais próximo estiver o produto das necessidades dos clientes, mais próxima estará a empresa da qualidade total. (adaptado de wikipedia).

1 Comments:

Anonymous Anónimo said...

adoro o seu blogue

4:29 da tarde  

Enviar um comentário

Direccione-me

Criar uma hiperligação

<< Home