sexta-feira, setembro 26, 2008

Avaliação de Desempenho - História bem ilustrada

Avaliação de desempenho

O dono de um talho foi surpreendido pela entrada de um cão dentro da loja. Enxota-o mas o cão volta a entrar. Volta a enxotá-lo e repara que o cão traz um bilhete na boca. Apanha o bilhete e lê: 'Manda-me 12 salsichas e uma perna de carneiro, por favor?'

Também repara que o cão tem na boca uma nota de 50 euros. Avia o cão e põe-lhe o saco de compras na boca.

Impressionado e, como estava para fechar, resolve seguir o cão. O cão desce a rua, chega aos semáforos e, com um salto, carrega no botão para ligar o sinal verde. Aguarda a mudança de cor do sinal, atravessa a rua e dirige-se à paragem dos autocarros. O talhante estava perplexo!

Na paragem, o cão observa o painel dos horários e senta-se no banco, aguardando o autocarro.. Chega um autocarro, o cão vai à sua frente verificar o número e volta a sentar-se no banco. Chega outro autocarro e, verificando que era aquele o número certo, entra. E o talhante, de boca aberta, também entra para seguir o cão.. Algumas paragens depois, o cão fica em pé nas patas traseiras e carrega no botão de stop, para mandar parar o autocarro e sempre com as compras na boca. O talhante e o cão caminham pela rua, quando o cão parou à porta de uma casa e pôs as compras no passeio. Vira-se um pouco, correu e atirou-se contra a porta. Repetiu o acto mas ninguém lhe abre a porta. Contorna a casa, salta um muro e, numa janela, começa a bater com a cabeça no vidro várias vezes, retornando para a porta. De repente, aparece um tipo enorme a abrir a porta e começa a bater no cão.

O talhante corre até ao homem, tenta-o impedir de bater mais no cão e diz-lhe bastante indignado: 'Óh homem, o que é que está a fazer? O seu cão é um génio!'

O homem responde: 'Um génio? Já é a segunda vez esta semana que este estúpido cão, se esquece da chave!'

Moral da história: Podes continuar a exceder as expectativas, mas... a tua avaliação depende sempre da competência de quem avalia.

2 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Avaliações de desempenho... essa dor de cabeça que tenta por a malta em sentido... ou não!

Bom ponto de vista atrás descrito

Patrícia Sacoto

5:09 da tarde  
Blogger Sérgio Martins said...

Conhecia a história mas com outros personagens! Aqui está uma boa lição de vida para pessoas como eu (que estão a iniciar a vida profissional). Não desanimar porque se para uma certa pessoa somos vulgares, para outra podemos ser fantásticos.

Abraço

3:00 da tarde  

Enviar um comentário

Direccione-me

Criar uma hiperligação

<< Home