segunda-feira, junho 19, 2006

Renova Color

Quem dizia há uns anos que o mercado do papel higiénico estava estagnado e sem margem de progressão, tal como o das cervejas ou das águas, estaria certamente longe de acreditar até onde seria possível ir.

Hoje, a realidade mostra-nos que é possível, é sempre possível, fazer mais e melhor, inovar e criar novas soluções para a satisfação de necessidades nunca até então encaradas de forma emocional.

De facto quem pensaria em comprar um papel higiénico colorido? Ninguém! Até ele surgir. A Renova ousou e ganhou. Lançou em preto e foi um sucesso. Lançou em vermelho e o sucesso mantém-se. Que mais cores poderão ser sucesso? Todas as que a marca lançar e o consumidor pagar para ter.

E se repararem nos preços, papel dupla folha e papel colorido têm valores completamente diferentes do papel normal. E os coloridos custam o dobro dos normais. E as pessoas compram e pagam o valor pedido. Uma inequívoca prova de que preço não é tudo e que a imagem, o estilo e a experiência (seja ela qual for) são mais importantes do que o valor monetário que estamos dispostos a dar para satisfazer essa necessidade.

Até para limpar o dito estamos mais fashions.

0 Comments:

Enviar um comentário

Direccione-me

Criar uma hiperligação

<< Home